Paulinho da Viola se apresenta no Teatro Castro Alves na sexta (10)

Ingressos estão à venda na bilheteria do TCA, SAC’s dos Shoppings Barra e Bela Vista e através do site Ingresso Rápido

Na sexta-feira (10), o cantor Paulinho da Viola se apresenta no Teatro Castro Alves, às 21h. O show que traz uma nova concepção, um “bloco de salão”, onde pai e filha – Paulinho e Beatriz – celebram o amor pela música, pelo samba, pela festa popular, pela alegria contagiante do carnaval, vai contar com um repertório, uma mistura de canções do próprio Paulinho como “Timoneiro”, “Foi um Rio que passou em minha vida”, Pecado Capital”, “Eu Canto Samba”, “Coração Leviano”, “Cenários”, além de composições de Maria Vasco, D. Ivone Lara, Jorge Aragão, Douglas Germano e André da Mata. No palco, o artista estará acompanhado pelo grupo Mulato Velho: Fernando Brandão (cavaquinho), Rogério Souza (violão), João Faria (baixo), Flavio Santos (bateria), Daniel Karin (percussão), Felipe Tauil (percussão), Whatson Cardoso (sopros) e Dudu Oliveira (sopros). Os ingressos estão à venda na bilheteria do TCA, SAC’s dos shoppings Barra e Bela Vista e através do site www.ingressorapido.com.br.

Paulinho da Viola

O portelense, cujo envolvimento com o carnaval já é conhecido do público há décadas, deixou-se levar pela concepção artística do trabalho do Bloco do Amor, música-título composta por ele para o disco de sua filha Beatriz Rabello. E para esse show, ele fantasiou um bloco carnavalesco onde se canta o amor, as alegrias e tristezas dos encontros e desencontros amorosos. Paulinho e Beatriz têm a mesma visão romântica da folia: ambos são fascinados por essa festa – a urgência das multidões em expressar alegrias e purgar tristezas, a sedução das fantasias, a espontaneidade das brincadeiras, a suspensão temporária dos sofrimentos, a vitória da felicidade, mesmo que só por alguns poucos dias. Essa afinidade de sentimentos pelo carnaval fez Paulinho envolver-se de corpo, alma e coração com o trabalho de Beatriz, e agora, eles sobem juntos ao palco para apresentar o Bloco do Amor ao público do Nordeste.